Na hora de decorar a casa, muitas são as dúvidas que podem surgir no momento de escolher o tapete para sala de estar ou até mesmo o tapete para o quarto. Dicas de Francesca Alzati, arquiteta, designer e diretora da By Kamy, e elencamos 8 dicas de ouro para acertar na seleção desta peça. Confira!

tapete azul como escolher sala sofá branco

Entre os elementos a serem levados em consideração na hora de escolher um tapete estão o cômodo onde ele irá decorar e os móveis que integram a composição.

Dica 1: Tapete quadrado e retangular em salas e quartos

tapete azul retângulo centro mesa de centro

Quando se coloca os móveis e estofados acime do tapete, a potência deste elemento é valorizada e ele ganha protagonismo no ambiente.

Para sala, living e quarto, são aconselhados formatos quadrados ou retangulares. As peças que são colocadas em cima são muitas e o tapete precisa definir este espaço. “Essa peça tem o poder de ampliar este espaço quando tudo estiver acima dela. Portanto, esqueça aquele tapetinho na beira da cama. Invista em um em que a cama fica em cima e ele, ao redor. Na sala, sofás, mesas e puffs devem ser todos concentrados em um único tapete para aumentar a potência desse cômodo”, aconselha a profissional.

Dica 2: Sala de jantar pede uma atenção especial

Na sala de jantar, o formato varia de acordo com o formato da mesa. Se a mesa for circular ou quadrada, o tapete deve ser desses mesmos formatos, mas invertidos. Por exemplo: em uma mesa redonda, fica ótimo um tapete quadrado (e vice-versa). Em mesa retangular, o tapete sempre deve ser retangular”, indica Francesca, alertando ser importante que ele sempre seja de 70cm a 1m maior de cada lado das mesas, medida que varia conforme o tamanho das cadeiras.

Dica 3: Sofá determina o tapete da sala de TV

tapete branco retângulo sala centro móveis brancos estilo clássico

A amplitude do tapete fez com que ele fosse ideal para acomodar todos os móveis e tornar o ambiente mais aconchegante e poderoso.

“Geralmente, é sempre retangular e deve ser colocado no mínimo no meio da profundidade do sofá. O tapete, na parte da frente do sofá, deve ser bem amplo para comportar pufes, poltronas ou servir para se deitar confortavelmente”, sugere a diretora da By Kamy.

Dia 4: Tapete Circular ou Tapete Retangular?

tapete oval branco e preto quarto lado da cama

Curvas realçam a sensualidade do ambiente e, caso acomodem um elemento em seu interior, valorizam seu potencial.

O circular ou qualquer formado curvilíneo é extremamente sensual e faz o espectador se concentrar em um ponto central. “É uma forma que leva o morador ou visitante para o ‘interior das coisas’. Se você tem um cantinho especial (de leitura, de uma obra de arte, de yoga ou de meditação) que tenha um objeto, uma peça de design ou uma planta que você queira destacar, este formato é aconselhável, pois ele realça sua peça”, afirma Francesca Alzati.

Dica 5: Quando escolher um tapete natural

“O tapete natural é vivo e conversa constantemente com você. O seu efeito de tecitura cria nuances que mudam durante o dia, dependendo da incidência de luz. Ele mantém a temperatura ao toque perfeita durante o ano inteiro, fresco no verão e quente no inverno. Pisar em uma seda no quarto é uma sensação maravilhosa e o efeito é lindo, sugere a arquiteta e designer, complementando que eles são perfeitos para os lugares mais nobres da casa como living, pequenas salas, quarto de casal e salas de jantar.

Dica 6: A hora dos Tapetes Sintéticos

tapete listrado branco e marrom móveis e estofados brancos

Os tapetes sintéticos são grandes aliados para manter a morada fresquinha durante as quatro estações.

O tapete sintético tem um toque mais seco e mantém uma temperatura mais fresca o ano inteiro. “Tem uma textura mais uniforme e pode-se trabalhar bem com diferentes tamanhos de alturas”, informa.

Dica 7: Foco para criar composições harmônicas

Na hora de criar composições, sempre é preciso ter um “fio da meada “, que pode ser seguindo cores ou texturas.  “É lindo entrar em uma casa e ver os tapetes serem tratados como verdadeiras obras de arte, harmonicamente colocados, mas cada um com sua própria personalidade e história para contar. Uma sugestão é misturar antigos tapetes com outros de texturas lisas. Elegantíssimo”, pontua Francesca.

Dica 8: Tapete não deve ser tratado como forração

tapete branco retângulo sala preta e branco móveis pretos

Na hora de comprar um tapete, não se atente apenas para como ele irá ser visto em sua sala. Lance um olhar sobre sua origem e seu material.

Segundo Francesca, um dos principais erros na hora da escolha de um tapete é tratá-lo como uma forração, apenas focar no estético e não se preocupar em entender sobre o tipo de lavoração, o processo de tingimento e matéria-prima, elementos que determinarão as características das peças.

Para compor uma decoração bela, é muito importante que todos os elementos do ambiente se complementem e gerem harmonia. Escolher um estilo de décor, muitas vezes, é uma boa saída, porém, todos os elementos precisam ‘conversar’ entre si, gerando um ótimo apelo visual. Os tapetes, por exemplo, podem se tornar um item complementar para criar um ambiente diferenciado. Assim, separamos algumas dicas e imagens de tapetes na decoração para você se inspirar. Confira!

como-escolher-tapetes

Como integrar os tapetes na decoração

Os tapetes na decoração dão um toque a mais no ambiente, porém, não devemos esquecer-nos de suas variadas funcionalidades: podem abafar o ruído (principalmente no caso dos apartamentos), são fáceis de transportar e esconder algumas imperfeições contidas no chão da casa. É por estas e por outras que este aliado no décor merece nossas considerações e algumas dicas para usá-los e escolhe-los de forma correta estão abaixo:

Tamanho e formas

Os tapetes na decoração se encontram em muitos estilos: coloridosneutros, com diferentes texturas, formas e tamanhos. Por isso, é muito importante ter em mente que o mais bonito, nem sempre é o ideal para as necessidades do seu espaço. Os tapetes redondos, por exemplo, são mais usados em ambientes descontraídos e também acabam sendo uma boa saída para ambientes que não possuem muito espaço. Já os retangulares, mais retos, são ideais para a sala de jantar e sala de estar.

como-escolher-tapete

tapete-para-sala

tapetes-para-decoracao

escolher-tapetes-para-salas

tapete-na-decoracao-dicas

tapetes-na-decoracao-dicas

Cores

Os tapetes na decoração podem ter estampas e cores diferenciadas, mas sempre se deve utilizar o bom senso, já que o item não deve ser encarado como um elemento à parte do espaço – pode se mesclar estampas, desde que elas estejam dentro do mesmo tom. Uma dica é dosar os móveis de cores mais neutras, caso os tapetes sejam mais coloridos e vice-versa.

decoracao-tapete

tapetes-na-decoracao-fotos

decoracao-com-tapetes

tapetes-decoracao-como-escolher

escolher-tapetes

imagens-tapetes-na-decoracao

fotos-tapetes-na-decoracao

Texturas

As texturas também são ótimas para os tapetes e aí vai uma dica importante: prefira os mais fofinhos e altos para as áreas de descanso, como a sala e quarto, e os mais simples e práticos para as áreas onde podem ser sujos com mais facilidade como a sala de jantar e cozinha. Se você tem criação em casa ou animais de estimação, dê preferência aos modelos antialérgicos e que não sejam ásperos.

 como-escolher-tapetes-para-sala

tapetes-para-sala

como-escolher-tapete-para-sala

tapete-decoracao-dicas

A manutenção

Os tapetes na decoração são ótimos, mas alguns cuidados devem ser seguidos para conservá-los por mais tempo.  Para a limpeza periódica, opte por um aspirador de pó; em caso de manchas, tente usar um detergente neutro. Para uma manutenção profunda, conte com profissionais especializados que tenham os materiais corretos de lavagem e secagem.

decoracao-tapetes

escolher-tapete

tapete-decoracao

tapete-na-decoracao

tapetes-decoracao

Tapetes trazem conforto e aconchego ao lar. Esta é uma afirmativa recorrente de decoradores e arquitetos. Mas é preciso ter em mente que um tapete mal colocado pode gerar a sensação de mau gosto e desleixo no ambiente. Parece simples escolher um tapete? Parece, mas não é.

Tapetes delimitam ambientes e facilitam na hora de posicionar os móveis. É sempre importante pensar no tipo de tapete de acordo com a necessidade e uso que ele terá no cômodo. Deve-se levar em conta em qual ambiente da casa a peça será colocada e como é rotina da família. Isso pode determinar, por exemplo, se o tapete tem que ser mais resistente, macio ou mais fácil de limpar.

Os tapetes, em geral, são divididos em duas linhas, a feita à mão, com itens exclusivos e que precisam de cuidados especiais na hora da limpeza, e as feitas à máquinas, que também possuem excelente qualidade e são indicados para o dia a dia. Para não ter erro na hora de decorar e escolher o que melhor cai bem, o arquiteto Fabrício Forg ensina cinco dicas importantes.

1)  TAMANHO

O tapete pode ser utilizado como limitador do ambiente, facilitando visualmente onde começa e termina a sala, ou mesmo a circulação proposta em um espaço. Contudo, a atenção deve ser dobrada no momento de estabelecer a medida ideal do tapete. No caso das salas de estar ou TV, o correto é que o tapete esteja cerca de 20 cm – ou mais – abaixo de cada um dos móveis que compõem o ambiente. Em espaços de circulação como corredores onde não existem móveis, o tapete deve compor o ambiente preservando pelo menos 20 cm para se ver o piso existente em todos os lados.

decopat_248

Para a sala de jantar ou espaços onde existem mesas e cadeiras, o ideal é que quando você arrastar a cadeira para sentar, ainda deixe-a localizada no tapete, ou seja, no mínimo 60 cm além do tamanho da mesa

 

2) FORMATO

Em tempos de liberdade na decoração não há regras quanto ao formato do tapete. Mesmo assim, ambientes clássicos ainda dão preferência aos modelos quadrados, valendo a regra nº1, quanto ao tamanho da peça. Querendo ousar um pouco, optar um tapete redondo ou um modelo um pouco menor deslocado da composição dos móveis pode personalizar a sua decoração, contanto que o modelo escolhido seja uma peça digna de chamar a atenção, um exemplar sofisticado como um tapete árabe ou com uma estampa descolada.

tapetes-decoração

Tapete redondo dá toque de ousadia ao ambiente e foge ao padrão tradicional

 

3) ESPESSURA

É muito desconfortável caminhar e tropeçar no tapete devido à sua espessura. Mais ainda é usar um modelo com trama grossa em um ambiente que requer conforto, como uma sala de TV. A dica é usar os modelos de gramatura mais baixa em lugares de constante circulação e onde o contato com o tapete não será constante. Já, para os lugares onde estaremos mais tempo sentados, não mexeremos em cadeiras e circularemos pouco, os mais altos são uma delícia. E para o caso de usar os modelos com mais volumes de pelos, cuidado com pessoas que possuem problemas alérgicos.

ecjp7do4u9lco2in6axyma2e0

Modelos com mais volumes de pelos são uma delícia, mas é preciso levar em conta problemas alérgicos do morador

 

4) DESENHOS

O padrão do tapete também deve ser pensado em conjunto com as texturas, estampas ou cores existentes na decoração. Em alguns projetos, o caso de amor com a estampa do tapete é tão forte que o projeto se desenvolve a partir dele, mas no geral, a escolha desta estampa é um dos últimos itens a serem definidos. Sendo assim, leve em conta as cores e os temas escolhidos para a decoração na hora de optar por um modelo Kilim, Aubusson ou Rústico.

Os com desenho mais marcantes são verdadeiras obras de arte, e como acabam determinando a personalidade do ambiente, devem ser apresentados no décor, tomando o cuidado de usar mesas de centro mais leves. Já os mais rústicos ou com desenhos mais simples não comprometem em nada a decoração, podendo ser utilizado com mais tranquilidade

Isfahan-Tapete-e-kilim-11

Nesta sala, o tapete Kilim combina com as cores e o tema escolhido para a decoração

5) REGRA BÁSICA PARA FAZER O TAPETE COMBINAR

E se mesmo com todos esses cuidados o tapete parecer destoar com o restante da decoração? A dica infalível nestes casos é combinar o tapete com almofadas. Aliás, mesmo se o conjunto estiver harmonioso, você consegue realçar ainda mais escolhendo almofadas com padrões ou cores semelhantes ao padrão escolhido para o tapete. Cuidar com carinho desses complementos é a garantia de um ambiente digno de revista.

almofadas-estilo-para-a-decor-do-lar

É possível realçar e valorizar ainda mais o tapete escolhendo almofadas com padrões ou cores semelhantes ao padrão escolhido para ele

Todo começo de ano traz aquela vontade de renovação em nossas vidas, seja no âmbito pessoal ou na decoração da casa. E claro que nesse momento procuramos os estilos que estão em alta, sempre unindo o gosto pessoal e a moda. E uma das tendências de 2017 que deve se manter em alta em 2018 é o estilo industrial, com um toque rústico e que surgiu em Nova Iorque nos anos de 60 e 70, inspirado por galpões de fábricas transformados em moradias. Hoje com a facilidade de decoração, qualquer imóvel pode adotar o estilo industrial sem mudanças estruturais, basta alguns toques de decoração e criatividade.
Paredes nuas e originais
Com a diversidade de tintas, revestimentos e papéis de parede é fácil transformar as paredes da casa. Em ambientes pequenos, você pode pintar a parede com uma rala camada de tinta branca e remover o excesso com um pedaço de pano, trazendo o visual industrial. Outra alternativa é usar tintas com visual de concreto ou optar por revestimentos e papéis de parede que imitam madeira ou tijolo aparente. Caso o investimento seja maior, vale até colocar ladrilhos hidráulicos antigos ou investir em artes como quadros grandes e uma parede toda grafitada.